Uma das peças mais importantes na nossa relação entre humano e máquina é o rato. Antes da atual tecnologia de touchscreens e comandos de realidade virtual, este foi o ponto mais tátil que tínhamos para interagir com o mundo virtual. Contudo, apesar das novas formas de interagir com esse mundo, o rato continua a ter uma elevada importância, sendo difícil para muitas pessoas imaginar trocar o rato pelas novas tecnologias para muitas das tarefas que fazem no seu dia a dia. Tarefas essas que poderão ser mundanas e sem necessidades muito específicas, mas outras, como o gaming, exigem uma resposta instantânea e uma performance do mais alto nível.


E foi a pensar nessas necessidades que a Razer desenvolveu o Viper, um rato ambidestro, de alta performance e extremamente leve que não se preocupa em ser extremamente vistoso, mas sim o melhor que pode ser. Mas será que essas intenções são mesmo atingidas, ou será que acabam por ficar a meio caminho?


Razer Viper é um rato de gaming que combina alta precisão e velocidade, garantindo um elevado controlo e uma resposta ímpar. Utiliza switchs ópticos, uma tecnologia que permite registar o pressionar do botão usando feixes de luz infravermelha em vez do tradicional contacto elétrico, garantindo tempos de resposta de 0,2 milissegundos, tornando a sua resposta praticamente instantânea. Além disso, devido à sua forma de atuação garante que não existem clicks indesejados durante a sua utilização.



Para ver a análise completa feita pelo nosso parceiro Future Behind, clique aqui