A AMD anunciou a nova geração de processadores Ryzen com gráficos integrados. Os AMD Ryzen 5000G, codinome Cezanne, trazem a arquitetura Zen3 e gráficos Vega, ambos em uma litografia de 7 nanômetros. As mudanças são discretas comparado a linha Ryzen 4000G, que chegamos a testar (graças ao Ricardo G. Naud, o Casual Gamers!), com destaque para uma linha GE focada em alta eficiência.


A grande decepção é obviamente outra geração em que os gráficos integrados são baseados em Vega, e não os RDNA 2, usados nas placas de vídeo Radeon RX 6000 e na atual geração de consoles. Com a redução para 7nm, porém, a microarquitetura Vega ganhou um "up" nas frequências, chegando a impressionantes 2100MHz, e mesmo o modelo Ryzen 3 já parte de 1700MHz.



Clique aqui para ler o artigo completo.